Página Inicial > Notícias > Notícias > Ipesaúde informa suspensão temporária de cirurgias eletivas

Ipesaúde informa suspensão temporária de cirurgias eletivas

O Ipesaúde, por meio de portaria nº 191/2020 publicada no Diário Oficial do Estado de Sergipe na última segunda-feira, 14, informa a suspensão temporária das autorizações e realizações de cirurgias eletivas, em virtude do aumento dos casos de covid-19. Com a medida já em vigor, ficam autorizados apenas as cirurgias de urgência, partos cesarianos, procedimentos oncológicos e renais.

Para o diretor-presidente do Ipesaúde, Christian Oliveira, a determinação foi necessária para evitar a superlotação dos leitos. “Nós observamos os números crescentes do Ipesaúde, no que diz respeito ao aumento de pessoas infectadas pelo coronavírus e desse modo, nós decidimos suspender temporariamente as cirurgias eletivas, como uma maneira de evitar a sobrecarga dos nossos leitos hospitalares disponíveis, sobretudo os de UTI”, explica.

Plano de Contingência

No mês março deste ano, a autarquia iniciou os protocolos de enfrentamento diante da pandemia do novo coronavírus, seguindo os decretos governamentais. Foram criadas estratégias de atendimento com mudanças nas rotinas das unidades, suspensão de acolhimentos eletivos presenciais, disponibilização de todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para todos os colaboradores, criação de meios virtuais para serviços de caráter administrativo voltados aos beneficiários, além da abertura das unidades de tratamento de síndromes gripais e de internamento.

Além disso, todas as medidas de biossegurança foram reforçadas, através de campanhas de conscientização, não só para os colaboradores, como também para os beneficiários que necessitaram de atendimentos de urgência.

O retorno gradativo dos atendimentos ocorreram no mês de setembro e atualmente vários serviços já foram retomados, a exemplo de consultas internas, marcadas através do 3226-2828 ou no www.ipesaude.se.gov.br, agendamentos para atendimentos presenciais para serviços administrativos nas unidades da capital e do interior.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *