Dia Mundial do Diabetes

REDE DE SERVIÇOS




  • 14/11/2018
    A instituição realizou ações no Centro de Endocrinologia e na sede da unidade.


    O Ipesaúde, através do Centro de Endocrinologia e Diabetes Luciano Barreto Júnior realizou nesta quarta-feira, 14, palestras alusivas ao Dia Mundial do Diabetes voltadas para a conscientização e prevenção da doença. A instituição também promoveu ação de aferição de pressão e glicemia no Centro de Atendimento na sede da unidade.


    De acordo com a coordenadora do Centro de Diabetes, Clea Dionísio, o Centro de Diabetes realiza um trabalho importante com o beneficiário e os avanços podem ser constatados avanços em relação ao controle da doença.


    Hoje é um dia em que falamos da doença, mas temos muito que comemorar pela evolução positiva dos nossos pacientes. Aqui as orientações vão além de uma simples consulta e acolhemos o paciente até os cuidados com as consequências da doença como é o caso do tratamento do pé diabético que realizamos no Centro”, explica.


    A médica endocrinologista Dra. Karla Rezende, que desenvolve no Centro de Endocrinologia e Diabetes do Ipesaúde um trabalho de promoção e ampliação do acolhimento aos pacientes falou da importância da prevenção.


    A prevenção parte do cuidado com o indivíduo na sua totalidade. Chamamos atenção para a equipe multidisciplinar que temos aqui no Centro, com nutricionistas, psicólogos, enfermeiras, assistente social, enfim, um modelo de atendimento que faz com que o paciente se sinta bem na sua condição de saúde e que reflete no seu estilo de vida mais saudável, por exemplo”, enfatiza.


    Outras Ações


    O Centro de Endocrinologia do Ipesaúde vem realizando ações como implantação do programa de emagrecimento “Ipesleve”, através do qual o grupo de participantes dividem suas experiências e juntos se ajudam para alcançar o objetivo de reduzir medidas em função de uma melhor qualidade de vida.


    Iza Maria, 52 anos relata que está mudando os hábitos graças ao incentivo do programa. “Eu estou muito motivada  e me inspiro nas muitas histórias que ouço aqui. Isso é só ganho pra minha saúde e principalmente na condição de diabética', finaliza.


    Também fazem parte da rotina da unidade as reuniões do Grupo Apoiar com palestras, rodas de conversa e atividades diversas com os beneficiários, que acontecem sempre uma vez por mês.


    Os profissionais do Centro também participaram da palestra falando sobre o trabalho que cada um desenvolve e mantendo o nível de interação entre a equipe e os pacientes com sorteios de brindes.


    O Centro de Endocrinologia e Diabetes do Ipesaúde fica na Praça Almirante Tamandaré, 75 Bairro São José. O atendimento é realizado de segunda à quinta-feira das 06:00 às 19:00 hs e nos dias de sexta-feira acontece das 06:00 às 13:00 hs. O telefone para contato é (79) 3211-2571.


    1
    2
    3
    4
    5


    Centro de Atendimento do Ipesaúde


    O centro de Atendimento localizado na sede da instituição também desenvolveu ação pelo Dia Mundial do Diabetes. A iniciativa alerta as pessoas sobre os problemas gerados pela diabetes, além de divulgar ferramentas para a prevenção da doença.

    Foi montada uma estrutura para realizar testes rápidos de diabetes, aferição de pressão e distribuição de materiais informativos sobre a doença para os beneficiários que aguardavam atendimento.

    Hoje como é um dia mundial da Diabetes, o Ipesáude proporciona a verificação na sede, Rua Campos. Como sempre um sucesso e até agora não teve alteração de glicemia e aferição”, relata a coordenadora do programa Pepasp, Stephane Sampaio.

    Sobre a data

    O Dia Mundial do Diabetes foi criado em 1991 pela International Diabetes Federation (IDF) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com objetivo dar resposta ao aumento alarmante de casos desta diabetes no mundo. A data coincide com o aniversário de Frederick Banting que juntamente, com Charles Best, auxiliou na descoberta da insulina em 1921.

    Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 400 milhões de pessoas no mundo sofrem de diabetes e cinco milhões morrem anualmente devido a esta doença.